Após 1 ano, coletes amarelos deixam de ser revolta e viram estilo de vida

Mathias Alencastro

Folha de S.Paulo, Ilustríssima, 17.11.2019


Movimento inclui juventude desorientada e especialista em teorias da conspiração do YouTube.
    

Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com