Democracia é rara porque contraria instintos humanos

Costica Bradatan

Folha de S.Paulo, 14.9.2019


Escritor argumenta que o genuíno modelo democrático é raro e frágil, mais exceção do que regra na história, uma vez que contraria instintos autoritários do ser humano; a despeito disso, trata-se de um ideal com o qual não podemos deixar de sonhar.
     

Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com